Categorias
Notícias dos Sindicatos

Sindicato dos Bancários de Nova Friburgo e Região faz ação para arrecadar alimentos

O Sindicato dos Bancários de Nova Friburgo e Região, junto com o SEPE (Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação) e o SINPRO (Sindicatos dos Professores), se mobilizaram para ajudar quem tem fome.

A “Tenda Solidária e de Luta pela Vida” tem como objetivo arrecadar alimentos aos que mais precisam e vivem na região.

O projeto começou dia 3 de abril, com a tenda em frente ao IENF. No último fim de semana, além do Centro, a ação também aconteceu no distrito de Amparo. A meta da campanha é abrir uma tenda em uma localidade diferente a cada semana. Já foram distribuídas cerca de duas toneladas de alimentos, nos dois últimos fins de semana.

O Sindicato dos Bancários de Nova Friburgo e região está aceitando doações, enquanto durar esta campanha solidária, nas seguintes contas:

CEF – Agência: 0186 C/C: 00031-8

ITAÚ – Agência 0222 C/C: 50556-2

CNPJ – 30.557.946.0001-14

Transferência por PIX

ITAÚ – [email protected]

CEF – 30557946000114

Ao fazer sua doação, envie o comprovante por WhatsApp para os diretores do Sindicato:

Presidência: Max – (22) 98126-4790

Secretaria Geral: Gabriel – (22) 98126-3079

Jurídico: Mariza – (22) 98115-7003

Tesouraria: Dalberto – (22) 98138 9065

Comunicação: Eduardo – (22) 98126-4788

INFORME-SE, PARTICIPE E CONSTRUA JUNTO!

Fonte: Sindicato dos Bancários de Nova Friburgo e Região

Categorias
Notícias dos Sindicatos

Nota de Falecimento – Antonio de Azevedo Neto

A Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Fetraf RJ/ES) informa com profundo pesar o falecimento do companheiro Antonio de Azevedo Neto, em decorrência da Covid-19.

Antonio foi Conselheiro Fiscal da Fetraf RJ/ES entre os anos de 1998 e 2018, e Tesoureiro do Sindicato dos Bancários de Três Rios e Região, entre os anos de 1998 a 2014.

O Presidente da Fetraf RJ/ES, Nilton Damião Esperança, lamentou o falecimento de mais um companheiro em decorrência do novo coronavírus: “Antonio foi não só dirigente das entidades sindicais, mas um companheiro de lutas que sempre esteve presente nos enfrentamentos travados pela categoria”.

Nossa solidariedade à família e amigos.

Antonio, PRESENTE!

Categorias
Notícias dos Sindicatos

Sindicato dos Bancários de Itaperuna e Região reintegra bancário do Itaú

O Departamento Jurídico do Sindicato dos Bancários de Itaperuna e Região, sindicato filiado à Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Fetraf RJ/ES), através da assessoria do Escritório Souza & Freitas, representado pelo advogado Dr Orlando Junior, conseguiu mais uma importante vitória na Justiça Trabalhista, garantindo a reintegração de mais um bancário no Itaú, o funcionário Marcos Antônio de Freitas Silva foi reintegrado no dia 25/03/2021, na agência 1334 Itaú, Itaperuna centro.

Direito de defesa

A demissão foi anulada e a funcionário reintegrado, com a garantia de todos os seus direitos salariais e trabalhistas, inclusive o plano de saúde.

A diretoria e Departamento Jurídico da entidade sindical, reafirmou que enquanto as instituições financeiras continuarem demitindo de forma ilegal, o Sindicato vai continuar entrando com ações e recursos para defender os direitos da categoria.

Não há nada mais cruel do que o setor mais lucrativo continuar demitindo em massa em plena pandemia e crise da Covid-19. Vamos continuar trabalhando muito para proteger os bancários e bancárias da exploração e das injustiças cometidas pelos bancos.

Fonte: Sindicato dos Bancários de Itaperuna e Região

Categorias
Notícias dos Sindicatos

Chapa 1 é eleita para dirigir o Sindicato dos Bancários do Espírito Santo nos próximos 4 anos

A eleição para eleger a nova diretoria do Sindicato dos Bancários/ES, filiado à Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Fetraf RJ/ES), se encerrou na última quinta-feira, 25. Na sexta-feira, 26, o coordenador da Comissão Eleitoral, Titony Barcellos, anunciou o resultado da votação, que foi virtual devido à pandemia. A Chapa 1 Sindicato é pra Lutar – A Chapa dos (as) bancários (as) foi eleita com 2.052 votos. Ao todo, foram contabilizados 2.101 votos; houve 37 votos nulos e 12 brancos. Não houve chapa concorrente.

Barcellos destacou que o processo eleitoral transcorreu sem intercorrências. “A Comissão Eleitoral, como não poderia ser diferente, seguiu à risca o Estatuto. Embora atípico, por ter ocorrido em plena pandemia com votação virtual, foi um processo bastante tranquilo. Fizemos algumas reuniões presenciais e outras virtuais ao longo do processo e nada comprometeu a organização do pleito”, afirmou o coordenador.

A nova diretoria tomará posse no dia 31 de maio e ficará à frente do Sindicato dos Bancários/ES durante o quadriênio 2021 – 2025.

Fonte: SEEB/ES

Categorias
Notícias dos Sindicatos

Sindicato dos Bancários da Baixada Fluminense reintegra bancário do Bradesco

Mais um bancário do Banco Bradesco foi reintegrado pelo Sindicato dos Bancários da Baixada Fluminense.

Através de seus Departamentos Jurídico e de Saúde, o bancário Anderson Ferreira do Prado, demitido em plena pandemia do novo coronavírus, foi reintegrado às suas funções.

A decisão foi da 1a Vara do Trabalho de Queimados.

ENTENDA O CASO

Os bancos vem contrariando o compromisso firmado com a categoria bancária de não demitir durante a pandemia.

Anderson Ferreira, após sua demissão, procurou o Sindicato dos Bancários da Baixada Fluminense, sendo atendido pelo Departamento Jurídico. Em pouco tempo, obteve sua reintegração aos quadros de funcionários do Banco Bradesco S/A.

IMPORTANTE

Em caso de demissão, a orientação é para que o bancário ou bancária entre em contato imediatamente com o Sindicato.

Fonte: SEEB – Baixada Fluminense/RJ
Categorias
Notícias dos Sindicatos

Eleição define nova gestão do Sindicato dos Bancários do Espírito Santo

Começou ontem, segunda-feira (22), e segue até a quinta-feira, 25, a eleição para a diretoria do Sindicato dos Bancários do Espírito Santo (Sindibancários/ES), gestão 2021-2025. Uma única chapa está inscrita no processo: “Sindicato é pra Lutar. A Chapa dos(as) Bancários(as)”, e a votação será de forma virtual, conforme prevê o artigo 83º do Estatuto.

Podem votar bancários e bancárias sindicalizados há no mínimo seis meses completos até a data da eleição. Também têm direito ao voto aposentados ou desempregados há três meses até a data da votação, mas que tenham sido sócios do Sindicato por pelo menos seis meses antes de sua aposentadoria ou desemprego.

Como votar

Em função da pandemia e conforme previsão estatutária, a eleição deste ano será virtual. Para participar é indispensável que os bancários entrem no sistema online do Sindicato e efetivem seu cadastro antecipadamente, para acessar a página de votação. O cadastro é simples e rápido.

Já possui cadastro? CLIQUE AQUI PARA VOTAR

O bancário ou a bancária já cadastrado no site deve acessar o sistema de votação,  fazer o login e autenticar as informações pessoais.

Não possui cadastro? CLIQUE AQUI PARA SE CADASTRAR

Os não cadastrados devem preencher um breve formulário com os dados de e-mail, CPF e data de nascimento. Após checagem das informações, o empregado poderá acessar a página de votação.

O sistema estará aberto para votação a partir das 7 horas do dia 22 de março até as 22 horas do dia 25 de março. Para quem não tem acesso à internet, o sindicato disponibilizará terminais para votação na sede, em Vitória, e nas subsedes, em Cachoeiro, Colatina e Linhares, nos dias de votação, das 9 às 18 horas.

Dúvidas ou dificuldades de acesso, entre em contato com os telefones de plantão do Sindicato:  (27) 3331-9953/3331-9999, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12 horas e das 13h às 18 horas, ou (27) 99276-7686 e (27) 99241-4667, em qualquer horário do dia. 

Seu voto é importante

Mesmo com uma única chapa na disputa, a participação dos bancários é essencial, como explica o coordenador da Comissão Eleitoral, Titony Barcellos.

“Ao votar os associados exercem seu direito de decisão sobre os rumos políticos do Sindicato no próximo quadriênio, de 2021 a 2025. Além disso, a eleição precisa atingir um quórum para ser validada, de 50% mais um, e uma ampla participação dos bancários mostra como o Sindicato é um instrumento importante para a categoria”, afirma.

Conheça os membros da chapa

Fonte: SEEB – Espírito Santo
Categorias
Notícias dos Sindicatos

CEE/Caixa cobra mais rigor nos protocolos de saúde e segurança

Depois de o Brasil enfrentar o pior domingo de toda pandemia, com 1.290 mortes decorrentes da Covid-19, registradas nas últimas 24 horas, a Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa) volta a cobrar o atendimento pela Caixa das reivindicações em mesa de negociação permanente.

“Nós precisamos de um reforço da higienização em todas as unidades, retorno do rodízio nas agências, a ampliação de bancários no home office, foco no atendimento e não nas metas. Não trabalho aos sábados e da suspensão de visitas externas à clientes”, afirmou Fabiana Uehara Proscholdt, coordenadora da CEE/Caixa e secretária da Cultura da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT). “Vamos continuar cobrando e cobrando a Caixa, para que reforce não só quanto aos protocolos, mas também faça campanhas de conscientização, sejam para os colegas que estão em atividades presenciais ou para os que estão no home office. E claro, queremos que a Caixa negocie junto ao governo que os bancários entrem no grupo prioritário no Plano Nacional de Imunização Covid 19″, completou. No Brasil, 294.042 pessoas já morreram de Covid-19. O país fechou a semana, entre 14 e 20 de março, com o maior número de óbitos, 15.661 vítimas em sete dias. A média móvel também é recorde, com 2.259 óbitos decorrentes da doença, valendo o mesmo para as infecções, com 73.552 casos. “A nova cepa do coronavírus é mais infecciosa e mais perigosa para todo mundo. Só neste ano, mais de 30 colegas da Caixa morreram e temos vários internados. Esse número já supera e muito o do ano passado. Não tem mais idade e comorbidade para a gravidade da situação. Todos devem seguir os protocolos sanitários. Não dá para não se cuidar e não cuidar do próximo”, disse Fabiana.

Fonte: Contraf-CUT

Categorias
Notícias dos Sindicatos Últimas Notícias

Bancários do BB realizam assembleias para aprovar ACT Emergencial (Pandemia COVID-19)

Nesta quarta-feira, 10 de março, Sindicatos dos Bancários de todo o país, realizam assembleias para aprovar a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho Emergencial (Pandemia Covid-19), que prevê o não descomissionamento por desempenho enquanto durar a pandemia; anistia de 10% do saldo total de horas negativas a compensar e prazo de compensação de horas negativas de 18 meses.

O acordo em vigência venceria no último dia de 2020, mas foi estendido por conta da uma liminar do Supremo Tribunal Federal (STF), que prorrogou o Estado de Pandemia.

Em decorrência da pandemia causada pelo novo coronavírus, as assembleias serão virtuais.

IMPORTANTE: O Comando Nacional dos Bancários indica a aprovação nas assembleias em todo o país.

Para votar e participar, é necessário que bancários e bancárias acessem os sites de seus sindicatos e busquem informações sobre a assembleia e o link para a votação.

Categorias
Notícias dos Sindicatos

Bancários do Espírito Santo realizam novos protestos contra o fechamento de agências do Banco do Brasil

Nesta quinta-feira, 04, bancários e bancárias do Banco do Brasil fizeram novas ações sindicais contra a reestruturação do banco — plano que prevê o fechamento, a transformação de agências em lojas e postos de atendimento e a demissão de mais de 5 mil empregados. Foram retardadas em uma hora a abertura das agências Expedito Garcia, em Cariacica, e Santos Neves, em Cachoeiro de Itapemirim. Ambas integram a lista das oito unidades que devem ser fechadas no Espírito Santo até o final de março.

Durante a ação, diretores e diretoras do Sindicato dialogaram com a população e colheram assinaturas para um abaixo-assinado que será direcionado para a direção do banco e autoridades públicas, a fim de pressionar a reversão das medidas.

População de Cachoeiro de Itapemirim aderiu ao abaixo-assinado em defesa da manutenção da agência do BB Santos Neves

“Percebemos muitas pessoas surpresas e indignadas com o fechamento da agência, especialmente aposentados  e pensionistas. Recebemos muito apoio da população local, que sabe que terá o acesso aos serviços do banco reduzidos sem a unidade”, relata  a diretora Evelyn Flores, diretora do Sindicato e empregada do BB.

Evelyn acompanhou a mobilização da agência Expedito Garcia, que administra uma carteira de 7.500 clientes Pessoa Física e 300 clientes Pessoa Jurídica.

Distribuindo panfletos, bancários dialogaram com população sobre fechamento de agências

Bancário conversa com cliente sobre prejuízos do fechamento da agência Expedito Garcia, em Cariacica

A mesma insatisfação foi observada em Cachoeiro de Itapemirim, cidade ao sul do Espírito Santo. “Os clientes acharam um absurdo, sobretudo porque a agência atende bastante comerciantes e empresários. Aqui existem muitas empresas próximas que usam a agência e que serão prejudicadas sem ela. A insatisfação é total”, desabafa Thiago Guimarães, diretor do Sindicato que atua na subsede local.

Bancários de Cachoeiro também retardaram a abertura da agência do BB Santos Neves em protesto contra o fechamento da unidade

A agência Santos Neves atende a 4.000 clientes Pessoa Física e 200 Pessoa Jurídica. Ela também administra R$ 4 milhões em crédito para agricultura familiar e R$ 1,5 milhão em crédito para micro e pequenas empresas, por meio de programas que financiam o desenvolvimento socioeconômico da região.

Bancários são realocados

Muitos empregados tiveram que reorganizar suas vidas subitamente com o anúncio de fechamento das agências. No caso do interior, o processo de realocação pode ser ainda mais penoso, pois nem sempre há chances de permanecer na mesma cidade.

“Os bancários estão muito preocupados.  Alguns terão que ir para outra cidade e já estão buscando imóvel para alugar, outros ainda nem sabem para onde vão. É um processo que exige esforço financeiro, emocional e de reorganização de toda a vida, não só do bancário, mas da família também”, explica Thiago.

A diretora Evelyn Flores lembra que desde o início da reestruturação, anunciada em janeiro, não houve diálogo por parte do banco com o Movimento Sindical, apesar das cobranças por negociação. A única saída foi fortalecer a organização dos empregados para resistir às medidas.

“Sabemos que é um processo que vai contribuir para o enfraquecimento do Banco do Brasil como empresa pública. É parte do projeto de desmonte para favorecer a privatização do banco, plano já anunciado pelo Governo Federal. Essa reestruturação não traz nenhum benefício para empregados ou para a população. Os prejuízos, ao contrário, serão enormes para todos”, alerta.

As ações desta quinta-feira fazem parte de um longo calendário de mobilização que já incluiu greves, paralisações, plenárias, ações conjuntas em rede social e outros protestos. Novas atividades devem ser realizadas ao longo das próximas semanas, como parte da articulação nacional dos empregados do BB.

 

Reestruturação do BB no ES

Agências previstas para fechamento:

Av. Fernando Ferrari (3084)

Leitão da Silva (2921)

Expedito Garcia (5978)

Jardim Limoeiro (5979)

Rodovia Carlos Lindenberg (8066)

Itaipava (4442)

Santos Neves (4672)

Pedro Canário (4579).

 

Agências previstas para serem transformadas em lojas:

Ibiraçu (2112)

Lagoa do Meio (5800)

Piúma (4557)

São Silvano (4290).

 

Agências previstas para serem transformadas em Postos de Atendimento:

Itapoã (3195)

Rio Novo do Sul (3760)

São José do Calçado (4558).

Fonte: Sindicato dos Bancários do Espírito Santo 

Categorias
Notícias dos Sindicatos

Bancários retardam abertura de agência do BB em Vila Velha (ES)

Esta quinta-feira foi mais um dia de luta contra a reestruturação do Banco do Brasil. Bancários e bancárias retardaram a abertura da agência do BB da Avenida Carlos Lindemberg, em Vila Velha. A unidade, que tem cerca de 10.300 clientes entre Pessoas Físicas e Jurídicas, é uma das oito previstas para serem fechadas no processo de desmonte do banco. A ação fez parte do calendário nacional de luta contra o desmonte do BB.

Desde o anúncio da reestruturação, em janeiro, bancários e bancárias de todo o país estão mobilizados e realizam diversas ações para barrar esse projeto de destruição do BB como banco público a serviço da população brasileira. Greves de 24 horas, paralisações de unidades, plenárias, tuitaços e muitas outras atividades estão sendo realizadas. Os bancários já obtivera, vitória em ação judicial movida pela Contraf pelo cancelamento da extinção da função de caixa. E somente após pressão dos funcionários, que a direção do BB abriu o diálogo sobre o plano de reestruturação, mas sem apresentar nenhum avanço para as reivindicações dos bancários.

“Estamos enfrentando uma dura reestruturação, que retira direitos dos trabalhadores do banco e reduz a participação do BB na economia das cidades brasileiras, consequentemente do país. Esse é um projeto claro de destruição do BB, ainda que paulatinamente, para privatizá-lo de vez. Tivemos pequenas vitórias, mas a hora é de fortalecer e ampliar fortemente nossas ações. Somente com a participação e envolvimento de todos os funcionários vamos sair vitoriosos”, enfatiza a diretora do Sindibancários/ES, Goretti Barone.

Prefeito de Vitória recebe carta de bancários e líderes comunitários

Prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, recebeu em mãos a carta dos bancários e das lideranças comunitárias pedindo apoio contra o fechamento de agências do BB em Vitória

Pela manhã, diretores do Sindibancários/ES e lideranças comunitárias da região de Goiabeiras, em Vitória, entregaram uma carta ao prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, pedindo apoio na luta contra o desmonte do banco, especialmente contra o fechamento das agências Av. Fernando Ferrari e Leitão da Silva.

“Entregamos a carta ao prefeito Lorenzo Pazollini e destacamos os impactos causados pela reestruturação do BB. O fechamento das duas agências em Vitória trará prejuízos financeiros para a cidade, uma vez que reduzirá a oferta de serviços bancários, e prejudicará moradores e comerciantes das regiões onde estão localizadas. É na agência da Av. Fernando Ferrari, por exemplo, que muitos idosos recebem atendimento bancário. Com o fechamento da unidades, as pessoas terão que se deslocar para outros bairros mais distantes para ter acesso ao banco. Por isso, é muito importante que o prefeito Pazollini apoie nossa luta na defesa do BB público e da manutenção do emprego de todos os trabalhadores que atuam nas unidades”, enfatizou o coordenador geral do Sindibancários/ES, Jonas Freire.

Confira mais fotos do ato realizado na agência Av. Carlos Lindemberg

(Fotos: Sérgio Cardoso)

Fonte: Sindicato dos Bancários do Espírito Santo