Categorias
Artigos Destaque Notícias da Federação

“Construir uma nova realidade para um país que queremos e precisamos” – por Nilton Esperança

No dia 8 de janeiro de 2023, assistimos estarrecidos aos ataques às sedes dos Três Poderes.

Sob o olhar complacente da Polícia Militar do Distrito Federal, vândalos invadiram os prédios do Senado, da Câmara dos Deputados e do STF munidos com pau, pedras e ódio contra o Estado Democrático de Direito, centenas de brasileiros e brasileiras promoveram o pior ataque à nossa democracia desde o ano de 1964.

O dia 08/01/2023, entrou para a nossa História como um dia triste.

A OAB classificou as invasões como inaceitáveis; associações de juízes, promotores e delegados federais repudiaram as ações; políticos de diversos partidos, incluindo (ex) aliados do ex-presidente, teceram pesadas críticas aos ataques e a sociedade civil vem chamando a invasão de “barbárie”. A indignação com o que aconteceu no Distrito Federal fez o mundo ficar de pé ao nosso lado. O presidente dos EUA, Joe Biden, tuitou uma mensagem de apoio ao Brasil, condenando o “atentado à democracia”. Na mesma linha seguiram praticamente todos os líderes da América Latina e nomes importantes da política mundial, como o presidente da França, Emmanuel Macron, do governo espanhol, Pedro Sánchez e a premiê italiana Giorgia Meloni, que criticaram os ataques.

O governo eleito, as instituições e boa parte da sociedade civil se uniram para dizer Não à tentativa de golpe. Nossa Democracia se mostrou forte e Soberana. Jamais poderemos admitir que isso venha acontecer novamente. Lutamos e defendemos um país que respeite a todas as classes, religiões, etnias e gêneros.

Como dirigente de uma entidade de classe, me questionei: Nós poderíamos ter evitado esse atentado? Penso que não. Para que isso não tivesse acontecido, o candidato, que perdeu de forma democrática, teria que respeitar seus eleitores. Se pronunciando logo após o fim das eleições, aceitando o resultado das urnas. Se comprometendo com seu eleitorado e com os parlamentares eleitos , a ajudar a melhorar a vida de nós brasileiros, Atentados a instituições e pessoas, mundo afora, são construídos sobre o discurso do ódio, da falta de respeito as diferenças e de informações mentirosas. Tenho a certeza que a maioria de seus eleitores não são como os vândalos que destruíram o patrimônio público, e não compactuam com essa prática.

A Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Fetraf-RJ/ES) defende as investigações e prisões de todos os envolvidos no atentado do dia 08 de janeiro. Que sejam presos todos os que participaram, financiaram e instigaram os atos terroristas de acordo com a lei, garantindo acesso à justiça e preservação de seus direitos (humanos) na condução do processo criminal. Como deve ser em um Estado Democrático de Direito.

Mas além da responsabilização dos criminosos envolvidos, para seguirmos precisamos pensar e refletir sobre que país queremos construir a partir dos atentados.

Queremos continuar sendo um país de ódio, caos, de perda de direitos e de ostracismo internacional? Ou queremos um país gigante diante do mundo com respeito a nossa bela diversidade?

Eu defendo um país que dialogue com todos os setores da sociedade; que fortaleça laços com outros países construindo acordos com geração de emprego, renda e riqueza para todos e todas.
Um país que respeita os direitos trabalhistas. Um país que investe em educação, saúde e ciência.
Um país que respeita suas instituições e que através do diálogo levante a bandeira da paz.

Unidos somos fortes!

Nilton Damião Esperança
Presidente – FETRAF RJ/ES

Categorias
Destaque Notícias da Federação

Fetraf RJ/ES parabeniza a Contraf-CUT pelos 17 anos de luta em defesa dos trabalhadores

A Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Fetraf-RJ/ES) parabeniza a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), que completa 17 anos nesta quinta-feira, 26 de janeiro.

São quase duas décadas de uma entidade que foi construída com base em três pilares: unidade nacional, luta e democracia.

Nilton Damião Esperança, Presidente da Fetraf RJ/ES, comentou: “Temos orgulho em fazer parte e sermos filiados desta Confederação, que é uma entidade que já nasceu representativa. Uma entidade de luta.”

Para o Diretor Geral de Finanças da Fetraf RJ/ES e membro da Direção Executiva da Contraf-CUT, Wagner Figueiredo dos Santos, a data é motivo de celebração: “Parabenizo a entidade pois, desde 2006, ela é sinônimo de unidade. E o resultado dessa unidade é a ampliação dos direitos dos trabalhadores do ramo financeiro, como a CCT Nacional, a mesa única de negociação, os sucessivos aumentos reais, entre outras conquistas neste período”, comentou Wagner.

HISTÓRIA

A Contraf-CUT é resultado da luta e aprimoramento da organização sindical bancária e da retomada das entidades sindicais pelos trabalhadores, no início dos anos 1980.

O primeiro passo para uma organização alternativa e, ao mesmo tempo, mais representativa ocorreu com a criação do DNB (Departamento Nacional dos Bancários), em 1985, cuja atuação foi essencial para a primeira greve nacional (naquele ano) da categoria após o regime militar.

O DNB atuou até 1992 quando foi substituído pela Confederação Nacional dos Bancários (CNB-CUT) que, por sua vez, deu lugar à Contraf-CUT, em 2006, e formalmente reconhecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego em 24 de junho de 2008.

Categorias
Notícias da Federação Notícias dos Sindicatos

Diretora da Fetraf RJ/ES comparece à posse de Rita Serrano, presidente da Caixa

A Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo esteve representada na solenidade de posse de Rita Serrano como a nova presidente da Caixa Econômica Federal, ocorrida na última quinta-feira (12 de janeiro), pela Diretora de Saúde do Trabalhador da Fetraf RJ/ES, Lizandre Souza Borges. (na foto, Lizandre está com Ronan Vieira Teixeira, Diretor de Saúde do Sindicato dos Bancários do Espírito, do qual também é Diretora de Assuntos Jurídicos)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, participaram da cerimônia e reafirmaram a importância da Caixa para o Brasil e como o banco será fundamental para a retomada econômica, com os programas de distribuição de renda, moradia e, também, no fomento da economia através de prática de juros menores, tanto para pessoas físicas, quanto para pessoas jurídicas.

Rita Serrano fez um discurso apontando para o resgate do papel da Caixa com relação às políticas sociais (habitação, saneamento, fies) e de distribuição de renda (bolsa família).

Além disso, disse que o banco tem que permanecer 100% público, resgatando o orgulho dos empregados da Caixa. “A gestão do medo e do assédio acabou”, disse a presidente da Caixa.

“Acho que a posse da Rita Serrano como presidente da Caixa é muito importante, porque o banco foi desmontado nos últimos seis anos, com objetivo claro de privatizar. Então, ter em sua direção uma empregada de carreira e que sempre atuou na defesa, não só da Caixa, mas de todas empresas públicas, é importantíssimo. Além de garantir sua continuidade pública, certamente resgatará a imagem da instituiçaõ, que foi muito corroída pelos escândalos de assédio e uso eleitoreiro no último pleito presidencial”, comentou Lizandre Borges.

A nova presidente da Caixa também defendeu a promoção da inclusão bancária da população, o investimento em projetos culturais e a busca da rentabilidade dos negócios, mesmo que não haja um alinhamento automático à lógica do mercado financeiro. Segundo ela, os bancos públicos devem ter atenção às necessidades da população.

Nas mais de três décadas na instituição, Rita Serrano já desempenhou diversas funções e foi, entre 2006 e 2012, presidente do Sindicato dos Bancários do ABC Paulista. Ela também é uma das líderes do movimento de defesa das empresas públicas.

Categorias
Destaque Notícias da Federação

Nota de repúdio da Fetraf RJ/ES sobre os atos terroristas ocorridos em Brasília

A Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Fetraf-RJ/ES) repudia veementemente os atos terroristas e criminosos contra os poderes constituídos do Brasil, ocorridos na noite de ontem, domingo (8 de janeiro) em Brasília.

A Federação  reafirma seu compromisso com a Democracia e com o estado de direito em nosso país e pede que os responsáveis por tais eventos sejam punidos de forma exemplar.

Categorias
Destaque Notícias da Federação

Fetraf-RJ/ES participa do Seminário “O Papel do Sindicalismo na Reconstrução do Brasil” em Brasília

A Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Fetraf-RJ/ES) esteve presente nesta segunda-feira, 2 de janeiro de 2023, no seminário “O Papel do Sindicalismo na Reconstrução do Brasil”, no Sindicato dos Bancários de Brasília, no Distrito Federal.

Wagner Figueiredo dos Santos, Diretor Geral de Finanças da Fetraf RJ/ES, participou do evento como membro da Direção Executiva da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).

Além dele, Nilton Damião Esperança, Presidente da Fetraf RJ/ES, também esteve presente no Seminário.

“Foi um seminário emblemático, já que ocorreu logo após a posse de Luiz Inácio Lula da Silva, novo presidente do Brasil. O evento foi engrandecedor, já que levaremos para nossa Federação as ideias que saíram dele. O ano começou!”, disse Nilton Damião.

Categorias
Notícias da Federação

Fetraf RJ/ES parabeniza Rita Serrano e Tarciana Medeiros, escolhidas para a presidência da Caixa e BB, respectivamente

A Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Fetraf-RJ/ES) e seus Sindicatos filiados – Angra dos Reis e Região, Baixada Fluminense, Espírito Santo, Itaperuna e Região, Macaé e Região, Nova Friburgo e Região, Três Rios e Região – celebram a escolha de Rita Serrano, que será a nova presidente da Caixa Econômica Federal, e de Tarciana Medeiros, que será a nova presidente do Banco do Brasil.

O anúncio foi feito nesta sexta-feira (30), pelo do futuro ministro da Fazenda do governo Lula, Fernando Haddad.

Tarciana Medeiros está no Banco do Brasil desde 2000 e é gerente executiva desde 2019. Será a primeira mulher a presidir o banco público desde que a instituição foi fundada.

Maria Rita Serrano é funcionária da Caixa desde 1989, onde exerceu diversas funções. Ela presidiu o sindicato dos Bancários do ABC Paulista entre 2006 e 2012. Desde 2014 é conselheira eleita pelos empregados no Conselho de Administração da Caixa e, no recente período, passou a coordenar o comitê nacional em defesa das empresas públicas.

“Para nós é um orgulho e uma honra termos pessoas do movimento sindical na presidência destes bancos públicos tão importantes para nosso país e nosso povo. Que conhecem a realidade dos bancários e das bancárias. Estamos juntos!”, disse Nilton Damião Esperança, Presidente da Fetraf RJ/ES.

Categorias
Notícias da Federação

Fetraf RJ/ES apoia Chapa 1 para o Conselho de Usuários do Saúde Caixa

A Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Fetraf-RJ/ES) apoia a Chapa 1 (Movimento Pela Saúde) na eleição que empregadas e empregados da Caixa Econômica Federal escolherão, entre 16 e 20 de janeiro, seus representantes no Conselho de Usuários do Saúde Caixa.

Todos os usuários, da ativa e aposentados podem votar (veja abaixo como votar).

“Nossa Federação apoia a Chapa 1, pois ela tem como principal bandeira o fortalecimento do Saúde Caixa, com transparência e sustentabilidade”, declarou Nilton Damião Esperança, Presidente da Fetraf RJ/ES.

>>>>> Conheça as candidatas e candidatos da Chapa 1 e suas propostas
>>>>> Acesse a Central de atendimento Saúde Caixa

“Vamos atuar com olhar voltado para o ser humano, em defesa dos usuários, sempre exigindo transparência, a responsabilidade com a sustentabilidade do plano, a manutenção do modelo de custeio com 70% das despesas assistenciais pagas pela Caixa e 30% pelos usuários e os princípios da solidariedade, mutualismo e pacto intergeracional”, afirmou o empregado da ativa de São Paulo (SP), Francisco Carlos Pugliesi, um dos candidatos a titular do Conselho de Usuários pela Chapa 1.

Veja abaixo algumas das propostas da Chapa 1

  • Defender o modelo de custeio em vigor desde 2004, com 70% das despesas assistenciais pagas pela Caixa e 30% pelos usuários;
  • Atuar pela revogação da CGPAR 42, junto com as representações de trabalhadores das estatais;
  • Defender o Saúde Caixa para todos para fortalecimento do plano e eliminação de diferenças de tratamento a empregados, independentemente de quando ingressaram na empresa;
  • Defender a retirada do percentual de 6,5% da folha de pagamento como limite para participação da empresa no custeio do estatuto da Caixa;
  • Exigir da Caixa a apresentação regular de relatórios atuariais, gerenciais e financeiros do plano;
  • Atuar em conjunto com as representações dos empregados em defesa das propostas aprovadas no Conecef para o Saúde Caixa;
  • Buscar junto à Caixa solução para os problemas do sistema;
  • Propor a revisão dos normativos do Saúde Caixa para simplificar procedimentos e reduzir a burocracia;
  • Defender a descentralização do plano com o retorno de estruturas locais (regionais ou estaduais);
  • Lutar pela restauração dos Comitês de Credenciamento e Descredenciamento por base estadual, buscando ampliar e qualificar a rede credenciada de profissionais e clínicas;
  • Buscar a realização de pesquisa de satisfação a fim de avaliar as necessidades dos usuários em termos de atendimento, cobertura e outros pontos;
  • Agilizar a análise de reembolso para usuários que não tenha a possibilidade de utilização da rede credenciada;
  • Defender a continuidade de custeio integral pela Caixa das terapias após retorno do empregado com sequelas físicas ou psicológicas, assim como aos aposentados por invalidez.

Veja como votar

>> Internet: O votante deve acessar o site do Saúde Caixa, usar a senha de login do aplicativo do plano, do FGTS ou de outros aplicativos e sites da Caixa. Durante o período de votação, 16 a 20 de janeiro, será disponibilizado um link para a votação.

>> Intranet: O votante deve usar a mesma matrícula e senha de login das páginas corporativas em ambiente da rede interna. Durante o período de votação será disponibilizado um link específico para a escolha dos candidatos.

Em caso de dúvidas, entre em contato pelo e-mail [email protected]

*Com informações da Contraf-CUT

Categorias
Notícias da Federação Notícias dos Sindicatos

Sistema Diretivo da Fetraf RJ/ES aprova previsão orçamentária

Nesta quinta-feira, 15 de dezembro, a Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Fetraf-RJ/ES) realizou Sistema Diretivo que aprovou a previsão orçamentária, por unanimidade.

Esse foi o terceiro Sistema Diretivo da nova gestão da Fetraf RJ/ES, realizado no auditório da entidade, localizada no Centro do Rio de Janeiro, que contou com a participação de representantes dos sete sindicatos filiados: Angra dos Reis e Região, Baixada Fluminense, Espírito Santo, Itaperuna e Região, Macaé e Região, Nova Friburgo e Região, Três Rios e Região.

“Quero agradecer o empenho e dedicação da Secretaria de Finanças e do Conselho Fiscal, que trabalharam bastante para que se chegasse nesse resultado incontestável, aprovado unanimemente. E, também, agradecer a participação de cada Sindicato dos Bancários presente”, disse Nilton Damião Esperança, Presidente da Fetraf RJ/ES.

Wagner Figueiredo dos Santos, Diretor Geral de Finanças, também comentou: “Reafirmamos que a política de responsabilidade fiscal que vem sendo adotada na Fetraf RJ/ES, desde meados do último mandato, vem garantindo superávits consistentes, sem que sejam prejudicados os investimentos e ajuda aos sindicatos filiados”.

Além de aprovar a previsão orçamentária, o Sistema Diretivo também apresentou a proposta de uma cartilha sobre assédio moral, que será desenvolvida e produzida pela Fetraf RJ/ES.

Lizandre Souza Borges, Diretora de Saúde do Trabalhador, e a Diretora Adilma Nunes, apresentaram a proposta de cartilha, que contou com a assessoria de Igor Turque Ribeiro, do Departamento Jurídico.

Confira as fotos: 

Categorias
Notícias da Federação

Fetraf RJ/ES realiza Seminário de Planejamento da Nova Gestão 2022-2026

A Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Fetraf-RJ/ES) realizou nesta quarta-feira, 14 de dezembro, o Seminário de Planejamento da Nova Gestão 2022-2026.

Representantes dos sete sindicatos filiados – Angra dos Reis e Região, Baixada Fluminense, Espírito Santo, Itaperuna e Região, Macaé e Região, Nova Friburgo e Região, Três Rios e Região – estiveram presentes.

O Seminário, realizado no auditório da Fetraf RJ/ES, no Centro do Rio de Janeiro, fez uma análise da conjuntura atual do país, num debate com ampla participação da diretoria.

O evento contou com a participação de Paulo Jager, do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), que falou sobre as perspectivas do futuro governo federal.

Também foi realizado um minuto de silêncio em homenagem o companheiro Nelson Lentini, ex-presidente da Fetraf RJ/ES, que faleceu no último dia 2 de dezembro.

Confira as fotos: 

 

Categorias
Notícias da Federação

Fetraf RJ/ES se reúne com representantes nacionais das COE´s do Banco do Brasil, Caixa e Bradesco

Nesta terça-feira, 8 de novembro, representantes da Comissão de Organização dos Empregados (COE) dos Bancos Bradesco, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, da Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Fetraf-RJ/ES), se reuniram com os coordenadores nacionais das COE´s dos bancos citados.

Pela Fetraf RJ/ES, participaram Lizandre Souza Borges, da COE da Caixa, Danilo Funke Leme, COE Banco do Brasil e Claudinei, COE do Bradesco. Além de Cláudio Merçon (Cacau), da COE do Santander.

Pelas COE´s nacionais, participaram: João Fukunaga (BB), Magaly Fagundes (Bradesco) e Clotário Cardoso (Caixa).

A reunião teve como objetivo, apresentar os representantes da Fetraf RJ/ES nas COE´s, eleitos da nova diretoria da entidade, aos coordenadores nacionais.

Para Lizandre Borges, “a reunião foi importante e produtiva, porque os representantes da Fetraf RJ/ES nas COE/CEE tiveram um panorama atualizado das negociações permanentes, após a campanha anual”, comentou.