Categorias
Notícias da Federação Notícias dos Sindicatos

Segunda-feira, dia 14/12, ocorre a terceira atividade do Ciclo de Palestras com o sociólogo Clemente Ganz

A terceira atividade do Ciclo de Palestras, oferecido pela Secretaria de Formação da Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, será realizada, virtualmente, na segunda-feira, dia 14 de dezembro, às 19 horas.

A palestra, ministrada pelo sociólogo, consultor, palestrante, assessor das centrais sindicais, Clemente Ganz Lúcio, terá como tema as “Transformações no Sistema Produtivo e os Impactos para o Mundo do Trabalho”.

A atividade é aberta para todos os diretores e diretoras dos Sindicatos dos Bancários de base da Fetraf RJ/ES.

Para participar, basta acessar o link identificação da reunião:: meet.google.com/oty-noav-qhz

PARTICIPEM!

“Formação é a ferramenta básica do trabalhador. Com ela, aprendemos a falar, escutar, aprender, entender, ensinar e ressignificar nossos conceitos e visão do mundo.”

Secretaria de Formação da Fetraf RJ/ES

Categorias
Destaque Notícias da Federação

XIII Congresso Interestadual Ordinário Não-Eleitoral da Fetraf RJ/ES renova o Estatuto da Entidade

Renovação o estatuto da entidade foi através de participação democrática e com observância às regras estatutárias

Realizado no último sábado (05/12), o XIII Congresso Interestadual Ordinário Não-Eleitoral da Fetraf RJ/ES reuniu, virtualmente, os delegados representantes de seus sindicatos filiados, em base interestadual. Em conjunto, os bancários deliberaram a reforma estatutária que irá reger a Federação daqui em diante.

No total foram discutidas, em plenário virtual, cerca de trinta e cinco propostas de alterações dos artigos do estatuto, sendo que metade dessas foi consensuada entre as duas propostas apresentadas.

Dentre os artigos mais polêmicos, destaque para o Artigo 13º, que trata sobre o critério no número de delegados para participar dos congressos da Federação que, com a nova redação, adotará como parâmetro o número de bancários em atividade, proporcionando maior transparência e lisura ao processo. Ainda em relação ao Artigo 13º, foi realizada uma readequação referente ao número de delegados que cada faixa de filiados em atividade na base, para participação no próximo congresso.

Outro ponto discutido que mereceu destaque foi o artigo 94º, que implantou no processo eleitoral da Fetraf RJ/ES, a questão da proporcionalidade qualificada, que complementada a uma linha de corte de 10% dos votos no congresso eleitoral para composição da direção da entidade, garantirá a participação democrática dos seus sindicatos filiados.

Apesar do resultado das propostas apresentadas garantirem um Estatuto equilibrado e democrático, foram registradas ausências de alguns sindicatos, sendo que,  parte destes, estiveram impossibilitados em participar do Congresso por não estarem quites com suas obrigações estatutárias, conforme determina o artigo 16º, parágrafo primeiro.

Tais sindicatos chegaram a apresentar junto a Comissão Organizadora do XIII Congresso Interestadual Ordinário Não-Eleitoral, um pedido para suspensão  do Congresso. No entanto, a maioria decidiu, em respeito ao Estatuto da Fetraf RJ/ES, manter a data.

Sabemos da nossa imensa responsabilidade em seguir gerindo a Federação, especialmente, neste momento histórico da pandemia do COVID-19 e dos ataques à democracia vinda do Governo Federal, que tanto exigirão da classe trabalhadora.

Temos a convicção que é somente com a unidade da direção e a participação da base que enfrentaremos essa pandemia e contribuiremos para as transformações necessárias no atual, modelo de relações trabalhistas no Brasil.

Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo

Categorias
Notícias da Federação Notícias dos Sindicatos

Segunda atividade do Ciclo de Palestras com Clemente Ganz ocorre na quarta-feira, dia 9/12

Na quarta-feira (dia 9 de dezembro), às 19 horas, ocorre a segunda atividade do Ciclo de Palestras, ministrada pelo sociólogo, consultor, palestrante, assessor das centrais sindicais, Clemente Ganz Lúcio,  oferecida pela Secretaria de Formação da Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo.

O tema será: “A quarta revolução industrial e as mudanças patrimoniais das empresas. Para onde caminha o sistema produtivo”.

A atividade é aberta para todos os diretores e diretoras dos Sindicatos dos Bancários de base da Fetraf RJ/ES.

Para participar, basta acessar o link identificação da reunião: meet.google.com/kqy-hutm-fmf

“Formação é a ferramenta básica do trabalhador. Com ela, aprendemos a falar, escutar, aprender, entender, ensinar e ressignificar nossos conceitos e visão do mundo.”

Oferecimento: Secretaria de Formação da Fetraf RJ/ES

Categorias
Notícias da Federação Notícias dos Sindicatos

Ciclo de palestras “Transformações no Mundo do Trabalho e Desafios Sindicais” começa dia 30/11, segunda-feira

A Secretaria de Formação da Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, dará início ao seu ciclo de palestras no dia 30/11/2020 (segunda-feira), às 19h, com o tema: “Transformações no Mundo do Trabalho e Desafios Sindicais”.

A palestra será ministrada pelo sociólogo Clemente Ganz Lúcio (sociólogo, consultor, palestrante, assessor das centrais sindicais) e será aberta para todos os Sindicatos dos Bancários de base da Fetraf RJ/ES.

Para participar, basta acessar o link identificação da reunião: meet.google.com/cty-atyr-gik

“Formação é a ferramenta básica do trabalhador. Com ela, aprendemos a falar, escutar, aprender, entender, ensinar e ressignificar nossos conceitos e visão do mundo.”

Oferecimento: Secretaria de Formação da Fetraf RJ/ES

 

Categorias
Notícias da Federação

Nota da Fetraf RJ/ES

Na última quinta-feira (5/11), as secretarias jurídicas dos Sindicatos da base da Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, seus assessores e advogados, se reuniram, virtualmente, para discutir as demissões nos bancos privados, mesmo com um compromisso de não demitirem na pandemia.

A Fetraf RJ/ES e seus 13 sindicatos filiados, esclarecem e comunicam que estão atentos ao que está ocorrendo, ao não cumprimento do acordo e que está tomando as devidas providências, juntamente com seus corpos jurídicos.

Nilton Esperança – Presidente da Fetraf RJ/ES
Elizabeth Paradela – Diretora para Assuntos Jurídicos e Trabalhistas

Categorias
Notícias da Federação

Fetraf RJ/ES realiza reunião com as secretarias jurídicas dos Sindicatos

A Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo irá realizar, no próximo dia 05/11/2020 (quinta-feira), a partir das 14h, uma reunião com o Assessor Jurídico da Fetraf RJ/ES, Dr. Murilo Cesar, para discutir as demissões nos bancos privados na base da Federação.

A reunião é aberta aos secretários e secretárias dos departamentos jurídicos dos Sindicatos dos Bancários filiados da Fetraf RJ/ES, e seus assessores.

Informações:

Data: 05/11/2020 (quinta-feira)

Horário: 14:00 horas

Link de acesso para a reunião: meet.google.com/voz-zxiy-wik

PARTICIPEM!

Categorias
Notícias da Federação

Assembleias desta segunda-feira (31) definem a campanha

Nesta segunda-feira (31), sindicatos de bancá[email protected] de todo o país realizam assembleias para decidir sobre a proposta negociada pelo Comando Nacional da categoria com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). A proposta final foi negociada na madrugada de domingo (30) e garante reajuste salarial e abono em 2020, aumento real em 2021, além da manutenção dos direitos da Convenção Coletiva e dos acordos específicos dos bancos públicos. O Comando Nacional orienta a categoria a aprovar o acordo.

Inicialmente, a Fenaban propunha reajuste zero para a categoria. Depois de 15 rodadas de negociação, o Comando Nacional conseguiu arrancar para este ano um aumento de 1,5% para salários, com abono de R$ 2 mil. E ainda a reposição da inflação (estimada em 2,74% no período) para as demais verbas, como vales alimentação e refeição e auxílio-creche/babá. Caso a proposta seja aprovada nas assembleias desta segunda, o abono será pago até o final de setembro.

Para 2021, o acordo, caso aprovado, garante, para todos, a reposição do INPC acumulado no período (1º de setembro de 2020 a 31 de agosto de 2021) e aumento real de 0,5% para salários e demais verbas como vale-alimentação e vale-refeição, assim como para os valores fixos e tetos da PLR.

A proposta prevê ainda a manutenção de todas as cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho e dos acordos específicos de bancos públicos por dois anos, o que dará segurança para a categoria em meio a um cenário de retirada de direitos dos trabalhadores.

Participe da assembleia em seu sindicato. Fique por dentro da campanha pelas nossas redes sociais.

Fonte: Contraf-CUT

Categorias
Notícias da Federação

Fenaban recua na retirada de direitos, mas mantém a proposta de reajuste zero. Negociação continua amanhã (27)

Na reunião desta quarta-feira, dia 26, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) manteve a proposta de reajuste zero + abono, mas recuou no que se refere a retirada de direitos de bancárias e bancários. Para 2021, INPC parcelado 70%/30%. A proposta não agradou o Comando Nacional e as negociações serão retomadas amanha, quinta-feira (27), às 14h. Foi a 12ª reunião das negociações da Campanha Nacional de 2020.

“Proposta sem reajuste, num ano de pandemia em que bancárias e bancários vem arriscando suas vidas e de seus familiares, e com os bancos lucrando tanto, diferente  dos outros setores, não podemos aceitar reajuste zero. O abono deste ano e um reajuste, parcelado, apenas ano que vem, de um INPC que não  temos como prever. Amanhã teremos uma nova rodada de negociação às 14h. Esperamos que, antes das assembleias, os banqueiros  tenham responsabilidade social e apresentem uma proposta justa. Caso contrário, defenderemos a greve”, disse o Presidente da Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, Nilton Damião Esperança.

Categorias
Notícias da Federação

Proposta da Fenaban é de reajuste zero por dois anos. Comando Nacional rejeita

A 11ª reunião das negociações da Campanha Nacional, não foi animadora. Neste dia 25 de agosto, a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) propôs acordo de reajuste zero por dois anos. E propuseram abono de R$ 1.656,22 para este ano. Em 2021, seria de R$ 2.232,75. O abono não é benéfico: a quantia representa apenas metade da inflação no salário médio do bancário. O valor do abono também não incide sobre décimo terceiro salário, férias, previdência. A única incidência será o desconto no Imposto de Renda.
Na PLR (Participação nos Lucros e Resultados) mantiveram proposta de redução.

O Comando Nacional rejeitou a proposta e, com base nas assembleias e plenárias da categoria, irá definir os próimos passos e rumos da negociação.

“Temos que nos mobilizar, pois os banqueiros estão dispostos a retirar direitos. É importante que bancárias e bancários participem das assembleias, manifestações e até de possíveis paralisações. Sindicatos e bancários, neste momento, com um só  objetivo:  Nenhum  direito a menos.
Os bancos não  tiveram prejuízos e, sim, redução dos lucros. Lucros proporcionados pela categoria que, desde o início da pandemia, atua na linha de frente, correndo risco de vida, colocando em risco seus familiares e também sendo cobrados  com metas absurdas. Proposta não repondo a inflação e reajuste zero não pode ser considerada  uma proposta séria”, declarou o Presidente da Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, Nilton Damião Esperança.

Nesta quarta-feira (26), novamente às 14h, o Comando Nacional dos Bancários  volta a se reunir com a Fenaban para uma nova tentativa de negociação.

Categorias
Notícias da Federação

Hoje tem negociação com a Fenaban em semana decisiva para a categoria

Hoje é dia de negociação, de tuitaço e de mobilização. Até agora, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) não apresentou nada de bom para a categoria bancária nas negociações que começaram há quase um mês. Os representantes dos bancos se reúnem logo mais, às 14h, com o Comando Nacional [email protected] Bancá[email protected] para entregar uma nova proposta de negociação. À noite, sindicatos de bancá[email protected] de todo o país realizam assembleias e plenárias organizativas para decidirem o caminho dessa campanha.

Até agora, foi muito pouco. Os bancos começaram dizendo que dariam reajuste zero, sem aumento real, cancelariam a 13ª cesta e reduziriam a PLR, entre outros retrocessos. No sábado (22), modificaram um pouco: desistiram de acabar com a 13ª cesta e apresentaram nova proposta de PLR, ainda muito distante da reivindicação da categoria. Para hoje, prometem também apresentar propostas de regulamentação do teletrabalho. Vamos ver.

Tuitaço

O Comando Nacional da categoria marcou para hoje às 13h um tuitaço para pressionar os bancos a atenderem às reivindicações. Participe com a hashtag #QueroPropostaDecente. Após as negociações, haverá plenárias e assembleias organizativas em todos os sindicatos. Participe das mobilizações porque estamos em um momento decisivo! Ao final da reunião de negociação de hoje, você poderá saber as novidades pelo site. Acompanhe as negociações pelas nossas redes sociais.